A SALVAÇÃO DO CRISTÃO

A Bíblia diz que a vida “é um vapor que aparece por um pouco e depois desvanece”, Tiago 4:14. Em razão disso, precisamos priorizar a nossa vida espiritual, aceitando a salvação que nos é outorgada gratuitamente pelo nosso Criador. Devemos rejeitar a vida mundana e pecaminosa na qual vive a maioria das pessoas e ter como alvo principal a vida eterna com o nosso Deus.
Temos em João 3:16, um dos mais conhecidos versículos da Bíblia, a proposta da salvação. No seu contexto, observamos o próprio Jesus Cristo evangelizando um príncipe dos judeus chamado Nicodemos. O Senhor começa ensinando-o sobre a necessidade de nascer de novo para alcançar a sua salvação e a certa altura do discipulado, transmite-lhe esse lindo texto.

Sua força motriz: o amor de Deus
“Porque Deus amou o mundo de tal maneira...”, João 3:16. O amor de Deus não é estático nem egoísta; alcança e atrai os necessitados. Deus estabeleceu o exemplo do verdadeiro amor.
Precisamos valorizar e compreender o grande amor de Deus para conosco. A despeito da vida pecaminosa na qual estávamos envolvidos, o Senhor nos amou e nos tirou de um charco de lodo, firmando os nossos passos sobre uma rocha, Salmo 40:2. Imensurável e sublime amor.

Seu mediador: o Filho unigênito
“... que deu o seu Filho unigênito...”, João 3:16. Deus decidiu pagar o preço da redenção do ser humano entregando a vida de seu Filho unigênito. Foi o mais alto preço que Ele poderia pagar.
Necessitamos nos dobrar diante de Jesus, o nosso redentor, que aceitou pagar o preço por nossos pecados e nos ofereceu uma nova vida, que comprou para nós com o seu sangue. Ele é o único mediador entre Deus e os homens, I Timóteo 2:5. Toda a glória ao nosso salvador.

Seu beneficiário: todo aquele que crê
“...para que todo aquele que nele crê não pereça,...”, João 3:16. Crer é muito mais do que um entendimento intelectual sobre Jesus. Significa colocar a nossa confiança e segurança nele.
Devemos confiar a nossa vida presente e o nosso destino eterno nas mãos de Cristo Jesus, pois Ele é o único que nos pode salvar. Tenhamos a plena certeza de que as palavras de Jesus são fidedignas, Atos 16:31. Jesus transformará as nossas vidas e aumentará a nossa fé dia após dia.

Sua recompensa: a vida eterna
“...mas tenha a vida eterna.”, João 3:16. A vida eterna não é uma extensão da vida terrena e mortal; a vida eterna é a vida de Deus, personificada em Cristo, que foi dada a quem nele crê.
Podemos confiar de todo o nosso coração de que viveremos para sempre no lugar que Jesus foi preparar para o seu povo. Na vida eterna, não haverá mais morte, nem pranto, nem dor e nenhum outro sofrimento, Apocalipse 21:3-4. Vivamos na firme expectativa da vida eterna.
Pelo seu grande amor, Deus enviou o seu Filho unigênito para nos redimir de todo o pecado e nos conceder a vida eterna. Vamos nele crer para não perecer e alcançar tão grande salvação.

Pr. Advanir Alves Ferreira